19 de novembro de 2008

Das Pedras - Cora Coralina


Ajuntei todas as pedras
que vieram sobre mim.
Levantei uma escada muito alta
e no alto subi.
Teci um tapete floreado
e no sonho me perdi.


Uma estrada,
um leito,
uma casa,
um companheiro.
Tudo de pedra.


Entre pedras
cresceu a minha poesia.
Minha vida...
Quebrando pedras
e plantando flores.


Entre pedras que me esmagavam
Levantei a pedra rude
dos meus versos.

Cora Coralina

Um comentário:

Eliane disse...

Adorei essa poesia da Cora Coralina.Muito bom seu blog e obrigada pela visita.
Bjus

Usamos empresas de publicidade de terceiros para veicular anúncios durante a sua visita ao nosso website. Essas empresas podem usar informações (que não incluem o seu nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone) sobre suas visitas a este e a outros websites a fim de exibir anúncios relacionados a produtos e serviços de seu interesse. Para obter mais informações sobre essa prática e saber como impedir que as empresas utilizem esses dados, clique aqui.