22 de dezembro de 2008

A ESTRANHA OBRA DO SENHOR

Porque o SENHOR se levantará, como no monte de Perazim, e se irará, como no vale de Gibeão, para fazer a sua obra, a sua estranha obra, e para executar o seu ato, o seu estranho ato (Isaías 28.21).

O Senhor não mede esforços para praticar a justiça e ajudar os Seus. Por isso, loucas são as pessoas que desejam atingir quem é do Senhor. O nosso Deus cria estratégias, traça planos e luta em favor de quem nEle põe a sua confiança. O relato de Isaías nos relembra o que aconteceu quando Davi foi confirmado rei sobre Israel e os filisteus foram envergonhados e derrotados ao se levantarem contra o ungido do Senhor (2 Samuel 5.17-25, 1 Crônicas 14.8-17).

Deus repete Suas ações. Ele ama a justiça, bem como os que são dEle (Salmo 37.28). Todos os injustiçados podem reivindicar a ajuda divina, pois ela lhes será dada. Os que fazem maldade contra os filhos de Deus pagarão um preço alto não somente no Dia do Juízo, mas também durante os dias em que viverem aqui. O Altíssimo fará o necessário para ajudar aqueles que O procuram.

Fazer o mal contra qualquer pessoa já é uma loucura, porém, aquele que planeja algo contra os servos de Deus comete a pior das asneiras. O Pai tem um apreço tremendo por todos aqueles que fazem parte do Seu Corpo. Se os filhos do Senhor, ao serem desafiados ou afligidos, orarem, receberão a direção exata do que deve ser feito para vencer os inimigos.

Davi havia acabado de ser reconhecido como rei sobre todo o Israel. Os filisteus, achando que era a hora mais propícia para vencê-lo, foram com toda a fúria e força para envergonhá-lo. Mas não contavam com a coragem daquele servo do Senhor e com o que Deus é capaz de fazer em favor de quem é dEle. O Altíssimo mostrou ao rei como deveria lutar, e o próprio Deus criou os meios para que Sua obra, ainda que parecesse impossível, fosse realizada. Ele fez com que os filisteus fossem envergonhados e derrotados.

Se os “filisteus” dos dias de hoje investirem contra a sua vida, lembre-se de que todo aquele que decidir tocar no ungido do Senhor pagará um preço alto demais (1 Crônicas 16.22, Salmo 105.15). Lutar contra os que pertencem à geração eleita é decretar a própria derrota. Como aconteceu com Davi, o Senhor nos dará os planos e ensinará o que deve ser feito.

Não tenha medo das ameaças do adversário. Levante-se para lutar contra ele e vencê-lo. Peça ao Senhor a direção e, destemidamente, faça a obra. Não deixe de assumir seus direitos em Cristo, pois eles estão ao seu dispor neste momento.

Em Cristo, com amor,

R. R. Soares

Nenhum comentário:

Usamos empresas de publicidade de terceiros para veicular anúncios durante a sua visita ao nosso website. Essas empresas podem usar informações (que não incluem o seu nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone) sobre suas visitas a este e a outros websites a fim de exibir anúncios relacionados a produtos e serviços de seu interesse. Para obter mais informações sobre essa prática e saber como impedir que as empresas utilizem esses dados, clique aqui.