24 de janeiro de 2009

Seja feliz!


Não despreze o valor do tempo presente, pois é a sua única certeza. O que virá depois, pode não chegar pra você, então, seja feliz, ame hoje, perdoe agora, seja educado e solidário nesse minuto. Não adie dizer a seus filhos, a seus pais e a seus amigos o quanto você os ama, não espere que a pessoa que você ama te diga o quanto você é importante - diga você o quanto ela faz a diferença na sua vida.

Manias feias? Falta de educação? Mágoas e rancores? Falta de fé? Falta de compaixão? Risque essas e todas as outras coisas que te acrescentam dor do seu cotidiano. Não viva nada só porque acha que vale a pena - e sim porque vale o prazer de as viver. Apague de sua lembrança tudo o que te faz sofrer ou se lamentar, olhe pra hoje - recordar só é viver quando as memórias te deixam com saudades e te enchem de orgulho.

Viva tudo o que vier de peito aberto, sorriso largo, olhar cintilante - nada de ser meio isso ou meio aquilo: seja inteiro! Fale dos seus sentimentos com clareza!

Críticas? Jogue fora as destrutivas e use a audição seletiva - só escute o que vai te acrescentar algo bom e te fazer uma pessoa melhor, mais inteligente e criativa.

Não se irrite por tudo, mas não fique engolindo sapos: se doeu, diga, discuta, resolva, sare, pois quem fica fingindo que tá tudo bem quando não está, cria raízes de amargura profundas demais, que são difíceis de arrancar e tornam a vida triste, vazia, sem razões pra sorrir e com tantas ervas daninhas, que o sujeito só sabe reclamar e atacar pra todo lado, por medo de ser atacado novamente.

Não se envergonhe do que você não sabe - feio é fingir que sabe tudo e continuar na ignorância. Peça ajuda e ajude também. Compartilhar é uma dádiva e quem compartilha recebe da vida muito mais do que dá aos outros. Não tem nada pra dar? Você é que pensa: tem sempre alguém que teria a vida mudada se recebesse apenas um sorriso seu. Seja grato por tudo o que você tem e é - para de pensar que só é importante aquilo que ainda não conquistou, valorize mais suas conquistas que as derrotas, erros só servem pra tirar lições e aprender mais, não é pra ficar remoendo e se achando a pior de todas as criaturas.

Seja como criança: não fique colocando maldade em tudo, nem dissimule, nem minta. Não precisa dizer todas as verdades que vão ferir de uma só vez, exercite a arte de ser verdadeiro sem ser mau, sendo amigo de verdade: daqueles que sabem que não é bajulação gratuita que vai ajudar o outro, e sim a sinceridade nas opiniões e na torcida. Seja leal em todas as situações: se é pra rir e festejar ou se é pra chorar e consolar. Não tenha duas caras, por favor!

Tá achando impossível viver assim? Não é não: basta você crer em Deus e se entregar a Jesus, buscar n´Ele abrigo, ter d´Ele direção e exemplo. Você só tem hoje pra fazer isso: não adie!

Aprenda a amar as coisas simples da vida, como o pôr-do-sol, as beleza das flores, as brincadeiras com seu filho: são de graça! E nelas reside a verdadeira felicidade.
Obs: Queridos, esse texto, escrevi com muito carinho e está particpando de um Concurso Cultural, no site da Paper Teen. Quem gostou e quiser votar em mim, me deixará muito contente. Obrigada.

2 comentários:

Ana Gabi disse...

Obrigada por acompanhar meu blog!

;)

Tentei votar no link, mas não tem o seu nome lá!
Como faço?

Viviane Andrade disse...

Ois, quem quiser votar e me fazer mais feliz, vai direto no link http://www.paperteen.com.br/concursocultural/default.asp?p=voteInterna&idResposta=370.
Bjins e mto obrigada!

Usamos empresas de publicidade de terceiros para veicular anúncios durante a sua visita ao nosso website. Essas empresas podem usar informações (que não incluem o seu nome, endereço, endereço de e-mail ou número de telefone) sobre suas visitas a este e a outros websites a fim de exibir anúncios relacionados a produtos e serviços de seu interesse. Para obter mais informações sobre essa prática e saber como impedir que as empresas utilizem esses dados, clique aqui.